Foi encontrado na manhã desta sexta, 01 de junho, o corpo da jovem Maria Jaqueline da Silva. Ela tinha 19 anos e estava desaparecida desde a última terça, 29 de maio. 

O cadáver foi encontrado pelo esposo da vítima e reconhecido imediatamente. Jaqueline foi encontrada semi-nua somente de sutiã com os pés amarrados com um cipó em um local de difícil acesso por trás da Unopar no bairro José Maria Dourado, conhecido como bairro da Brahma.  

O ponto é perto da casa do pai da vítima onde ela residia com o esposo, na Rua Marechal Rondon. No corpo também havia uma marca nas costas e em volta do pescoço havia um pano.  Profissionais do IML com a ajuda de alguns populares resgataram o corpo de Jackeline que deve ser encaminhado para o IML de Recife.

O caso será investigado pela 22ª  Delegacia de Homicídios de Garanhuns. Para o esposo , (ouvir entrevista abaixo) sua mulher foi vítima de abuso sexual antes de morrer.  Ele disse que encontrou o corpo em um local por trás da casa onde morava.  "Vi o capim baixo como se algo tivesse sido arrastado por ali. Depois notei umas pegadas. Segui esse caminho e encontrei ela amarrada num tronco, nua . Quero Justiça," desabafou


DESAPARECIMENTO
 A jovem Maria Jaqueline da Silva, de 19 anos, estava desaparecida desde a última terça-feira, dia 29 de maio. Ela estava na casa em que reside quando foi vista pela última vez por vizinhos, sendo seu corpo encontrado nesta sexta pelo esposo e amigos que iniciaram as buscas logo após o desaparecimento.

Postar um comentário:

0 comments: